Data: 18/04/2021

A grande maioria não é removida das redes e morre por esgotamento, ficando os cadáveres pendurados. A associação MilVoz critica “a inação” do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Notícia proveniente de fonte externa

Associação alerta para centenas de mortes de aves em redes de aquacultura na Figueira da Foz

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos