fbpx
Site logo

Data: 31/03/2023

Os esforços de preservação da águia-imperial-ibérica estão a surtir efeito: a espécie Aquila adalberti já conta com 841 casais reprodutores na península ibérica, refere um comunicado de imprensa divulgado esta sexta-feira pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Em 1980, esta espécie chegou a ser considerada extinta enquanto reprodutora.

Em Portugal, este resultado positivo na recuperação desta ave de rapina deve-se em grande parte a uma maior presença do coelho-bravo, presa da águia-imperial-ibérica. “Aqui os animais estão centrados no Baixo Alentejo, onde são desenvolvidas há vários anos acções de fomento da espécie-presa. O coelho-bravo é a principal presa dos ecossistemas mediterrânicos”, explica ao PÚBLICO o biólogo Carlos Carrapato, técnico superior do ICNF.

Notícia proveniente de fonte externa

A águia-imperial-ibérica já conta com 841 casais em Portugal e Espanha

Partilhe esta Notícia

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos