fbpx

Data: 27/08/2017

A ave, que não era capaz de voar, foi vista pela última vez em 1662, nas Ilhas Maurício, onde vivia. E sabe-se pouco sobre ela.
Uma análise recente de amostras de ossos do pássaro sugere que os ovos eram chocados por volta do mês de agosto, e que os filhotes atingiam rapidamente o tamanho adulto.

Notícia proveniente de fonte externa

Cientistas começam a desvendar segredos do dodô, pássaro extinto há 3 séculos

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos