fbpx

Data: 15/11/2021

Mesmo nas zonas mais remotas da Amazónia, onde não há ação direta do ser humano, já são visíveis os efeitos das alterações climáticas. Analisando os dados dos últimos 40 anos, os cientistas descobriram que o aquecimento global não só está a contribuir para a extinção de algumas espécies e a diminuição das populações de aves na floresta amazónica, como também está a promover as alterações morfológicas dos pássaros – que se estão a tornar mais pequenos e com asas mais longas, para se adaptar às mudanças do clima.

As condições climatéricas mais quentes e secas sentidas nas últimas quatro décadas em todo o planeta estão a contribuir para a diminuição do tamanho do corpo de grande parte das aves da floresta tropical da Amazónia e, ao mesmo tempo, para o aumento da envergadura das asas destes animais, segundo o estudo publicado na revista Science Advances, na sexta-feira.

Notícia proveniente de fonte externa

Estudo. Aves da Amazónia tornam-se mais pequenas e leves devido às alterações climáticas

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos