Data: 15/01/2015

Como exemplos de espécies exóticas temos as aves originárias de países tropicais que devido ao seu tamanho e cores exuberantes atraem as pessoas para adquirirem como animal doméstico. Muitas vezes estas aves escapam-se das gaiolas e passam para os habitats naturais onde se habituam com facilidade. Algumas destas aves podem conseguir reproduzir-se com indivíduos de espécies autóctones e podem gerar descentes férteis e iniciar uma nova espécie com características genéticas diferentes da original e que poderá conseguir adaptar-se melhor do que os progenitores, ou simplesmente reproduzirem-se entre si e gerar novos indivíduos para o ecossistema.

Notícia proveniente de fonte externa

Implicações da introdução de espécies exóticas na perda de biodiversidade de espécies autóctones

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos