fbpx

Data: 11/03/2021

A região do Parque Nacional da Peneda-Gerês tem agora uma subpopulação estimada entre um a dois casais de águia-real, após mais de uma década em que a espécie não nidificava nesta região, foi hoje anunciado. Embora a espécie seja várias vezes avistada naquela área, vinham de outras ‘paragens’ de fora do parque.

Apos décadas de declínio no que diz respeito à nidificação na área daquele parque, o registo destes casais parece ser uma nova lufada de ar fresco para a repopulação desta espécie ameaçada com o estatuto de “Em Perigo” segundo o Livro Vermelho
dos Vertebrados de Portugal.

As considerações são do Instituto de Conservação da Natureza e da Floresta (ICNF) numa breve análise enviada esta quinta-feira a O MINHO acerca da presença da águia-real em território nacional.

A 04 de setembro de 2020 foi libertada a primeira de quatro águias-reais, no âmbito de uma parceria do instituto com a ONG espanhola GREFA, que está a tentar trazer de volta esta espécie à região.

Notícia proveniente de fonte externa

Ninhos de Águia-real regressam ao Parque Peneda-Gerês após vários anos de extinção

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos