Data: 30/03/2015

Trata-se de dois homens de 53 e 46 anos que se dedicavam ao contrabando de ovos de Arara-de-Lear, uma ave protegida. Os ovos vinham do Brasil, de onde é originária aquela espécie animal, eram introduzidos em Portugal de forma clandestina e depois de nascidas as aves vendiam a intermediários que as revendiam noutros países europeus, acrescenta um comunicado da PJ.

Notícia proveniente de fonte externa

PJ detém traficantes de aves raras

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos