fbpx

Data: 16/08/2021

O abutre Lechuga abandonou a sua zona de nascimento em Fevereiro de 2021 e, desde então, tinha estado a explorar novos territórios entre Espanha e Portugal, nomeadamente a província de Salamanca, a Serra de Gredos e a Extremadura espanhola, bem como o Alentejo.

Uma das duas únicas crias de abutre-preto nascidas e marcadas com dispositivos GPS no Parque Natural do Douro Internacional (PNDI) em 2020 regressou, pela primeira vez, ao território onde nasceu.

Notícia proveniente de fonte externa

Lechuga, a cria de abutre-preto nascida no Douro Internacional, voltou ao “ninho”

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos