fbpx
Site logo

Data: 18/02/2021

A GNR identificou dois homens, de 43 e 48 anos, por detenção de espécies autóctones em cativeiro de forma ilegal, no Porto de Abrigo da Nazaré, anunciou em comunicado. As aves foram transferidas para o Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto (CRASM), da associação ambientalista Quercus, localizado na Tojeira, no concelho do Cadaval. As aves resgatadas vão aqui ser alvo de monitorização e recuperação do seu estado de saúde.

Na sequência de uma denúncia para a linha SOS Ambiente, os militares encetaram diligências que permitiram localizar o local onde se encontravam duas aves autóctones detidas em cativeiro, um exemplar de pintassilgo (Carduelis carduelis) em estado debilitado e outro exemplar de híbrido de pintassilgo, proveniente do cruzamento de canário com pintassilgo.

Notícia proveniente de fonte externa

Oeste: GNR identificou dois suspeitos por cativeiro ilegal de aves

Partilhe esta Notícia

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos