fbpx

Data: 18/02/2021

A GNR identificou dois homens, de 43 e 48 anos, por detenção de espécies autóctones em cativeiro de forma ilegal, no Porto de Abrigo da Nazaré, anunciou em comunicado. As aves foram transferidas para o Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto (CRASM), da associação ambientalista Quercus, localizado na Tojeira, no concelho do Cadaval. As aves resgatadas vão aqui ser alvo de monitorização e recuperação do seu estado de saúde.

Na sequência de uma denúncia para a linha SOS Ambiente, os militares encetaram diligências que permitiram localizar o local onde se encontravam duas aves autóctones detidas em cativeiro, um exemplar de pintassilgo (Carduelis carduelis) em estado debilitado e outro exemplar de híbrido de pintassilgo, proveniente do cruzamento de canário com pintassilgo.

Notícia proveniente de fonte externa

Oeste: GNR identificou dois suspeitos por cativeiro ilegal de aves

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos