fbpx

Data: 17/02/2021

Ornitólogos instalam ninhos em parques e jardins, pedindo ajuda aos pássaros para controlar a lagarta-do-pinheiro e outras pragas. O estado de emergência mudou a relação do homem com a natureza – os carros ficaram na garagem e as aves gozam férias.
Melros, chapins, estorninhos, e muitas outras espécies de aves, fugiram do campo para a cidade, tornaram-se residentes e no Algarve já fazem férias todo o ano. O que lhes tem faltado é “alojamento” para se livrarem dos olhares indiscretos na época do acasalamento.

Notícia proveniente de fonte externa

Algarve cria duas mil unidades de Alojamento Local para aves

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos