fbpx

Data: 30/05/2021

Uma equipa de paleontólogos espanhóis e com a participação da Universidade Nova de Lisboa descobriu um fóssil de uma ave gigante, que conviveu com os últimos dinossauros da Península Ibérica, anunciou em comunicado a entidade portuguesa.

Trata-se da “primeira descoberta” de um fóssil deste género, realça a Nova, referindo que esta descoberta “reforça a importância dos Pirenéus de Huesca [em Espanha] para estudar a biodiversidade do fim dos tempos dos dinossauros”

O estudo foi realizado por um grupo de paleontólogos liderado por membros da Universidade de Saragoça, em Espanha, e com a participação da Universidade Nova de Lisboa e “descreve, pela primeira vez, um fóssil de uma ave gigante do Cretácico Superior nos Pirenéus”.

Notícia proveniente de fonte externa

Paleontólogos ibéricos descobrem fóssil de ave gigante que conviveu com os dinossauros

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos