fbpx

Data: 14/03/2022

O último censo da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) constata o crescimento do número destas aves em Portugal, o que poderá levar os ruidosos vizinhos lisboetas a serem incluídos na lista de espécies “invasoras”.

Ainda não tínhamos chocado punhos, como pede a nova etiqueta, e já o homem à minha frente levantava o indicador no gesto clássico de evocar o silêncio: “Estás a ouvir?”. Disse que sim com a cabeça mais para não o contrariar, enquanto tentava discernir na algaravia do Jardim da Estrela, por entre os alaridos dos pássaros, dos miúdos, dos elétricos e do buzinanço dos condutores de TVDE em protesto, de que som se tratava. “Estão lá, os periquitos”, insistiu Hany Alonso, apontando para a copa de uma das árvores.

Notícia proveniente de fonte externa

Periquitos de Lisboa. A história dos nossos adoráveis, ruidosos e coloridos “invasores”

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos