fbpx

Data: 23/03/2022

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) divulga, esta quarta-feira, os resultados obtidos no Plano de Monitorização de Valores Naturais da Divisão de Áreas Classificadas, da Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo (DRCNF-Alentejo).

Esta ação focou-se nas espécies de águia-imperial-ibérica (Aquila adalberti), de águia-de-bonelli (Aquila fasciata) e de águia-real (Aquila chrysaetos), aves de rapina com estatuto desfavorável de conservação.

Notícia proveniente de fonte externa

População de águia-imperial-ibérica no país aumentou 60%

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos