fbpx

Data: 19/06/2021

Aves participaram numa corrida de velocidade entre o Algarve e o Porto há uma semana e terão ficado desorientadas devido a uma tempestade que não foi prevista. Polícia-criador de Vigo deu o alerta. Federação Portuguesa de Columbofilia vai resgatar 138 aves este domingo.

A Federação Portuguesa de Columbofilia vai este domingo a Vigo recolher 138 pombos-correio perdidos e admite que “ainda há centenas de aves à deriva e outras que diariamente têm vindo a regressar às respetivas casas”.

Cerca de três mil das 10 mil aves que participaram numa corrida de velocidade entre o Algarve e o Porto, no último fim de semana, não voltaram a casa. Terão ficado desorientadas e desviaram-se da rota devido ao forte temporal que atingiu a costa atlântica da Península Ibérica nesses dias.

Muitos desses pombos, marcados com um anel colorido em cada pata, estão a ser resgatados na Galiza e nas Astúrias… a mais de 500 Km de distância do ponto de partida. “Temos um meteorologista que trabalha com a federação e faz as previsões do tempo – ainda este sábado foi adiada uma prova para segunda-feira por não haver condições para soltar. No fim de semana passado houve algo de anormal e não detetável no radar e o temporal desorientou-os. Muitos devem ter entrado pelo mar dentro e tiveram dificuldades em sair. Muitos foram parar às Berlengas e outros perderam-se algures ali no Alentejo e acabaram por ir parar à Galiza“, explicou ao DN o presidente da Federação Portuguesa de Columbofilia.

Notícia proveniente de fonte externa

Porque há centenas de pombos-correio portugueses perdidos em Espanha?

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos