fbpx

Data: 16/07/2021

Os produtores de girassol estão ameaçados pelos pardais, depois de o ICNF os proibir de espantarem as aves com armas de fogo. Em análise está uma alternativa que passa pelo uso de cartuxos não letais que trocam o chumbo pelo trigo.

A campanha de girassol mostra-se generosa em sementes, mas, este ano, os produtores deparam-se com um receio que pode afetar a safra. O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) não autorizou o espantamento de aves com recurso a armas de fogo, o que traduzirá um escancarar de portas a banquetes para pardais, assim que as sementes estiverem maduras.

Vasco Abreu, da Nutriprado – empresa que aposta na agricultura sustentável – sacode o pólen com a mão para mostrar como a flor está carregada do que vulgarmente é conhecido por “pipas”, num cenário otimista transversal aos 50 hectares às portas de Elvas, nas margens do rio Guadiana.

Notícia proveniente de fonte externa

“Se não espantarmos os pardais, eles vão comer os girassóis todos”

Partilhe esta Notícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Créditos da Notícia

Outros Conteúdos